g2h

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Cão cuidados com os olhos

Cão cuidados com os olhos cria uma rotina diária e limpe qualquer substância seca dos cantos usando uma bola de algodão umedecida.
    Foto Michelle Luna sheepdog e Meggy nossa vira lata 13 anos.
Veja se os olhos estão vermelhos, lacrimejantes ou com secreção.
Os problemas dos olhos que não desaparecem em 24 h devem ser tratados por um veterinário.
Os problemas de olhos que afetam os cães são lacrimejamento excessivo, geralmente causado por alergias, infecções, machucados ou irritação; conjuntivite, inflamação da conjuntiva, membrana que contorna a pálpebra, e objetos estranhos.

O lacrimejamento é comum em raças pequenas, como os poodles. Se os olhos de seu cão parecem lacrimejar excessivamente, deixe que seu veterinário dê uma olhada, para determinar qual é o problema e como tratá-lo.
Entretanto, em alguns cães as lágrimas não parecem ter causa aparente.

Mesmo o lacrimejamento normal pode causar manchas escuras embaixo dos olhos, especialmente em cães com pelagem branca ou clara.
Para manter essas manchas sob controle, lave a área embaixo dos olhos frequentemente, usando água morna e algodão. Certifique-se de ter aparado cuidadosamente os pêlos manchados.
Não use sabão perto dos olhos, pois pode causar uma úlcera na córnea.

Uma quantidade anormal de secreção no canto dos olhos ou uma aparência avermelhada na conjuntiva são sinais de conjuntivite.
Essa doença é comum em cães que colocam a cabeça para fora da janela do carro ou passam grande tempo do lado de fora, quando o tempo está ventando ou com muita poeira.
 Em casos mais brandos, cura-se sozinho.
Se o problema persistir, leve seu cão ao veterinário para se tratar.

Os cães passam a pata nos olhos para limpá-los, embora a maioria dele não seja tão meticulosa quanto os gatos.
No entanto, se o cão estiver passando a pata continuamente nos olhos ou entortando-os, ele pode estar com um corpo estanho.
Examine-os em um cômodo bem iluminado, para que você não deixe passar. Para ter uma visão melhor, puxe para baixo a pálpebra inferior e para cima a superior.
Se apenas um olho parece ter sido afetado, compare-o ao outro para ver como diferem.
Caso não consiga achar nada ou não conseguir remover o objeto, leve o cão para tratamento no veterinário.


PESQUISE NO GOOGLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Google+ Followers

Google+ Badge

Pesquise no Google